E Deus Pagou o Pato

E Deus Pagou o Pato

O senhor Mircea Pavel, pouco mais de 40 anos, religioso daqueles fervorosos, que sempre entregou o seu destino nas mãos de Deus, foi condenado a cumprir 20 anos de prisão por assassinato. Descontente com a sentença condenatória, pelo crime cometido, resolveu processar Deus. A tese, espantosa mesmo para a cúria em geral, era a de que Deus, Nosso Senhor, tinha prometido protegê-lo contra as influências nocivas do diabo. E como, segundo o senhor Mircea, o assassinato não tinha sido obra dele, mas do capeta peçonhento, Deus teria descumprido a sua promessa contratual. A corte, apenas em 2011, resolveu extinguir o processo, já que estava fora da sua jurisdição terrena. Agora só resta o senhor Mircea esperar o dia do seu juízo final e, a seguir, discutir essa questão nos tribunais do inferno, já que muito provavelmente, após esse crime, não terá o prazer de conhecer Deus.

Avatar
Márcio Aguiar é Sócio Fundador do escritório Corbo, Aguiar e Waise Advogados Associados.

4 comentários

  1. Inacreditável que alguém tenha ajuizado uma demanda neste sentido. Ademais, entendo que Deus nos concedeu a livre escolha, desde que, posteriormente, sejamos responsáveis pelos resultados provenientes delas. Infelizmente, algumas religiões ainda enxergam o contrário, o que sem dúvida é um retrocesso.

  2. Calma, Brenda. O mundo está cheio de pessoas meio doidas. Não podemos generalizar. Esse caso vai para o livro de piadas do judiciário universal.

Deixar um resposta

*

code