Doe Conhecimento

Doe Conhecimento

A ignorância, num primeiro momento, causa-me certo incômodo. Ultrapassada essa etapa, com o consentimento da vaidade, sinto-me consciente e convicto da necessidade do aprendizado. Quando o conhecimento vem, em outros terrenos, recolho-me na minha declarada insignificância, mais uma vez, e volto ao necessário percurso da iniciação. Só o conhecimento nos concede a liberdade.

Avatar
Filósofo e Articulista. Auto didata em Ciências Sociais e Políticas. Estudioso do comportamento humano. Trabalha como ghostwriter.

6 comentários

    • É o incômodo de estar sentado numa cadeira vendo o conhecimento passando por mim o tempo todo. Pensei o quanto me faria bem doar o pouco ou quase, do que sei, para alguém.

  1. Excelente pensamento, Camilo! E totalmente de acordo. O conhecimento nos liberta. Sou contra esse egoísmo de reter conhecimento. O povo precisa evoluir o coração e a mente. Somos verdadeiros professores formados pelas faculdades da vida e responsável por transmitir conhecimento, em simples palavras, a cada lugar que passamos. Deixar um pequeno legado com a doação de conhecimento, acredito que teríamos um mundo melhor. Será essa nossa missão?

  2. Medo! Sim! O medo. É obvio que a pequena palavra escrita anteriormente, logo de incio destoa do acertado (ou brilhante) pensamento do Sr. Camilo. Peço porém, permissão para criar um adendo, não certo se o mesmo será pertinente, porém em tom de desabafo. O conhecimento é libertador, sim! “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Vivemos em uma sociedade que o conhecimento se tornou uma valiosa moeda. Moeda esta que remunera e financia o mercado capitalista. Nada contra o capitalismo. Sou contra a exacerbação do modus operandi do capitalismo. Devido a essa corrida pelos altos salários, ou benefícios, muitas pessoas da sociedade contemporânea resolveram reter conhecimento, seja para angariar mais vantagens ou manter as já conquistadas. O medo de perder prestigio, admiradores, dinheiro dentre outros, tem torando homens maravilhosos em prisioneiros do conhecimento adquirido. Perdoem as minhas mal escritas linhas, e peço permissão para fazer este comentário.

Deixar um resposta