Acaso

Acaso

0 29

O acaso surge do nada, consubstanciado pelo elemento natural. Se o acaso vier com o pensamento estaremos criando a porta de uma ficção social. Nessa hipótese, cria-se o ambiente do imaginário, pensado, preparado e esperado. Esses ritmos afastam o inesperado. Não se pode pensar o inesperado.

Se pensar é existir, como dizem alguns filósofos copiosamente, o acaso deixa de ser possível.

E se acaso nós não nos conhecemos, como poderíamos dar vida ao nosso pensamento? Nesse caso, qualquer outra forma de um encontro seria fruto do acaso, impensável, contudo.

 

Avatar
Márcio Aguiar é Sócio Fundador do escritório Corbo, Aguiar e Waise Advogados Associados.

Nenhum comentário

Deixar um resposta

*

code